Para uma melhor experiência, altere seu navegador para CHROME, FIREFOX, OPERA ou Internet Explorer.
Ministra da saúde afirma que enfermeiros não podem decidir quando fazer greve

Ministra da saúde afirma que enfermeiros não podem decidir quando fazer greve

A Ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que não podem ser os profissionais de saúde a decidir quando e a que serviços fazer greve.

 

A Ministra contou aos jornalistas que vai permitir dar aos cerca de 70.000 utentes de Faro uma cobertura total de médicos de família. Garantiu também que o Governo encontra-se “muito concentrado em procurar fazer pontes com a profissão da enfermagem”, indicando uma reunião que se irá realizar com estruturas sindicais representantes da profissão.

“O Governo não está a negociar com estruturas sindicais que estão em greve. Essas estruturas fizeram a sua opção e a nossa expectativa é que consigamos reforçar a proposta que já foi apresentada, mas isso será feito, discutido, trabalhado e aprofundado com as estruturas que se mantêm em diálogo e com quem temos tido um relacionamento profícuo”, afirmou.

Marta Temido concordou que “não há serviços de saúde sem profissionais”, mas reforçou que é necessário “equilibrar isto com outras coisas que o serviço também precisa, como equipamentos, medicamentos e vários profissionais de saúde”.

deixe seu comentário


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Superior