Para uma melhor experiência, altere seu navegador para CHROME, FIREFOX, OPERA ou Internet Explorer.
Protetor solar à venda em Portugal de Proteção 50+ afinal só tinha 15 – Deco anunciou

Protetor solar à venda em Portugal de Proteção 50+ afinal só tinha 15 – Deco anunciou

A Deco enviou para o Infarmed os resultados dos testes que efetuou a um protetor solar para crianças que tem descrito um nível de proteção superior ao apurado em testes de laboratório.

Segundo a Deco, “O protetor solar ISDIN Fotoprotetor Pediatrics Transparent Spray indica um fator de proteção solar (FPS) 50+, mas os testes em laboratório revelam que deveria estar rotulado com FPS 15”.

A associação de defesa do consumidor pretende que a Autoridade do Medicamento (Infarmed) “atue em conformidade”, depois dos resultados conhecidos em Portugal para o produto, à venda noutros países. Testes feitos ao mesmo produto vendido na Bélgica e em Espanha revelaram os mesmos resultados.

A Deco informou igualmente o fabricante: “A ISDIN apresentou argumentos que justificavam a repetição do teste. Comprámos novamente o produto e enviámo-lo para laboratório. Os testes confirmaram os resultados: o FPS indicado no rótulo não deveria ser 50+, mas 15”, reitera a Deco.



O FPS indica a capacidade para filtrar os raios ultravioletas do tipo B (UVB). Mas é também necessário defender a pele da radiação do tipo A (UVA), alertou a associação.

“De acordo com a Comissão Europeia, o índice desta proteção deve ser um terço do FPS indicado, o que também não é cumprido pelo ISDIN Fotoprotetor Pediatrics Transparent Spray 50+”, acrescenta a Deco no documento.

A Direção-Geral da Saúde recomenda a utilização de um protetor solar com FPS mínimo de 30, independentemente do tipo de pele. “Para as crianças, que têm a pele mais sensível, aconselhamos uma proteção superior”, indica a defesa do consumidor.

Superior